segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

A triste história de Frodo, ou, A perda do Anel.

Frodo Baggins, ou como ficou conhecido por aqui, Frodo o que roda a bolsinha Bolseiro, filho de Drogo Baggins e Prímula Brandebuque.

 Frodo em um momento de descontração

Assim como Robin, foi criado por uma pessoa mais velha, seu primo Bilbo, que o adotou (abre o olho menino prodígio), e o levou para morar em sua toca (hmmmm).

Bilbo era muito mais velho, e atribuía sua longevidade ao uso de ginko biloba a sorte.

 Bilbo ensinando a Frodo coisas sobre a vida

Porém, a verdade era um pouco mais estranha... a longevidade de seu primo, dava-se (?) ao uso de seu anel (??).

 O Anel de Frodo
Um dia, ao completar 111 Bilbo desapareceu, deixando para Frodo seu anel (???).

O pederasta mago Gandalf disse ao jovem homenzinho que seu anel era muito importante (????), mas  que ele deveria ser entregue aos elfos (rapazes magros, bonitos, educados, músicos, etc etc etc, e que viviam no meio da floresta), pois um grande mal havia criado o anel, e ainda espreitava por ele.... oculto... num lugar onde não bate sol.

Frodo, partiu então, acompanhado de seu amigo e jardineiro (?????) Samwise Gamgee (chamado carinhosamente de Sam).

Os dois, junto de outros dois amigos, também parentes de uma maneira que só eles mesmos eram capazes de entender.

 Pose para foto Frodo e amigos (essa foi para o Orkut)

Depois de um tempo na estrada, e de algumas aventuras, como se hospedarem na casa de um desconhecido que mora sozinho no meio da floresta (?????), o pequeno grupo chegou até a estalagem do Ponei Saltitante (sei sei), e lá conheceram um homem mal encarado e solitário, que os levou até um local ermo, onde eles poderiam acampar.

Durante a noite, o grupo, agora acompanhado do homem chamado Passolargo/Aragorn/Elassar/Russo-que-briga-pelado-no-banheiro/Qualquer-outra-coisa-que-você-quiser-chamar, foi atacado por homens com espadas em riste, querendo pegar o anel de Frodo.

Durante a batalha, Frodo usa o anel, mas isso só faz com que ele seja ferido pelos homens (??????), e ele acaba sendo salvo por Arwen Tyler, que o leva para a casa de seu pai, Elrond-Anderson-do-Deserto, onde vai ocorrer uma rave um concílio, para decidir o que fazer com o anel de Frodo (?????? ah, desisto...).

O conselho, que certamente faria qualquer um pensar muito sobre a seriedade do local, era composto por um velho mago que usa vestido, dois humanos, dois elfos (aqueles rapazes que são educados, bonitos, ah, vocês entenderam), e um anão, fora os pequenos hobbits, que a tudo assistiram escondidos.

E numa total prova de falta de criatividade, concluíram que a melhor coisa a se fazer era destruir o anel, levando ele justo para a terra onde não bate sol, e enfiando ele num grande buraco..... de um vulcão.

Muitas coisas ocorrem, como por exemplo o romance secreto entre o anão barbudo e o elfo loirinho, e Frodo e seu querido Sam, se vêem separados do grupo.. enfrentando muitos perigos, inclusive uma aranha malvada (caramba!!!! Simbolismo my ass né senhor JRR?)

 Frodo experimentando enfiar o dedo no anel

Por fim, Frodo chega ao grande buraco onde ele deve se desfazer do anel. Porém, ele no momento crucial, o mancebo fraqueja. Não quer perder o anel. Eis que surge Gollum e arranca-lhe o anel com a boca (!) caindo logo em seguida no buraco de lava (!!).

Depois disso, o maligno ser que precisava do anel para viver, chamado Sauron, (ou o Olho do... vocês entenderam), morreu, e os povos da Terra Média puderam encontrar paz e tranqüilidade.


Depois de muito se froder, Frodo voltou para casa, e de lá algum tempo depois, partiu para as terras do Oeste, com os elfos e o mago de vestido.

Sam amparando Frodo, logo depois de perder o anel

Bom, vamos lá... isso aqui é um post ficcional. Os elementos foram retirados da obra criada por JRR Tolkien. Sou fã dos livros e dos filmes, e não tenho nada contra as preferências de quaisquer personagens, ficcionais ou não.

Um comentário: